Infertilidade – Introdução

Define-se, habitualmente, um casal infértil como aquele que não obtém gestação após manter relações sexuais, regularmente, pelo período de um ano, sem o emprego de qualquer método de anticoncepção.

Aconselhamento Genético

Aconselhamento Genético (AG) é um processo de comunicação sobre problemas humanos associados com a ocorrência, ou risco, de recorrência de uma doença genética na família

Anticoncepção – Métodos Irreversíveis

Os métodos irreversíveis são os métodos cirúrgicos. Estes métodos devem ser considerados irreversíveis, mesmo que em um número pequeno de pacientes se consiga realizar tanto a recanalização tubária quanto do ducto deferente.

Anticoncepção – Dispositivo Intrauterino (DIU)

É um artefato colocado dentro da cavidade uterina para impedir a gestação. Existem vários tipos. É um método seguro e eficaz de contracepção, associado a poucos efeitos colaterais. Os DIUs não medicados são menos utilizados atualmente, e consistem em uma haste de polietileno impregnada com um pouco de bário para ser visualizada ao RX.

Anticoncepção – Métodos Hormonais

É o método mais difundido e usado no mundo. As pílulas são consideradas um método reversível muito eficaz e o mais efetivo dos métodos reversíveis dentre as medidas medicamentosas.

Anticoncepção – Métodos de Barreira

O objetivo dos agentes espermaticidas é imobilizar e destruir os espermatozóides, dificultando ou impedindo a penetração desses no canal cervical. Duchas vaginais pós-coito, mesmo contendo espermaticidas não têm eficácia anticoncepcional.

Anticoncepção – Métodos Comportamentais

Nestes métodos utiliza-se a abstinência sexual durante os dias do ciclo menstrual em que o óvulo pode ser fertilizado.